14 de setembro de 2014

Comprando uma Clic Clac H.


Oi gente, tudo bem? Fiquei um tempo sem postar por motivos de: eu tenho um dinossauro que comeu o meu cabo de internet. (meu cachorro, no caso hahaha). E até que um técnico viesse... Enfim, agora problema resolvido e posts no ar.
O post de hoje é MUITO especial, pois comprei uma coisa que estava na minha wish list já tinha algum tempo, que é a pulseira clic clac da Hermès
A pulseira sempre foi febre no mundo da moda e ganhou ainda mais força a alguns anos atras, logo no começo do pulseirismo. 
Além de linda e atemporal, a clic clac combina com tudo. 
Já não é minha primeira pulseira da marca, mas eu queria muito esse modelo no tamanho médio e em azul. Pesquisei bastante sobre a cor que eu queria, pois a clic clac possui diversas cores,tonalidades e tamanhos. Podendo combinar elas entre si e ter várias pra chamar de sua sem ficar over. Ja tinha feito outros posts sobre a Hermès, um foi mostrando a loja e o outro mostrando a nova vitrine, que é incrível.
Eu e minha amiga Fernanda, estávamos juntos nesse dia quando entramos em um taxi em direção a Avenida Alvear, onde fica a loja. A loja mudou de lugar, mas só ficou algumas quadras a frente. 
Logo na entrada, dois seguranças te abrem a porta, fazendo que com você se sinta em um filme Hollywoodiano em que você é um daqueles personagens mega refinados e super importantes. hahaha. A loja cheira a couro e sofisticação, uma combinação classuda e imponente. 
Logo uma vendedora loira e baixinha veio nos atender. Muito simpática e querida, perguntou se estávamos bem e que era pra ficarmos a vontade pois ela estaria ali para nos ajudar. Logo depois veio outra atendente ainda mais legal, dessa vez morena. Eu perguntei pela pulseira, sem me dar conta que elas estavam expostas em um vidro quase na minha frente (Era a emoção gente). Fiquei bem surpreso com a quantidade de cores e tamanhos que haviam na loja, pois todas as outras vezes que eu visitei a loja não haviam quase nenhum modelo ou cor. Mas ainda bem que dessa vez eu tive bastante opção. Pedi logo para experimentar a mais tradicional,incrível e linda das cores que é o preto. A versão da pulseira preta que eles tinham lá é a Laque, que vem com o H do bracelete esmaltado em preto também. Muito bonita, mas ainda não era o que eu queria.
Olhei para as cores que tinham, até que vi a azul. Sim, o mesmo azul que eu queria. 
Quando peguei ela na mão, o coração bateu mais forte, queria abraçar ela e nunca mais soltar! hahaha. Coloquei ela e encaixou perfeitamente, foi feita pra mim. A vendedora ainda alertou que era única, pois só veio um tamanho de cada cor e esse tamanho era justamente o meu. Meu tamanho é o P. P de Pedro, P de príncipe hahaha.
Eu não tirei ela do pulso, mas ainda queria ter a experiencia de experimentar as outras cores para não sentir que eu poderia ter escolhido outra. Coisa de louco mesmo sabe.
As atendentes simpáticas gostaram da azul e disseram que apesar da preta ser linda, o azul seria mais dinâmico e criariam um look menos comum e mais bonito.
Concordei, obviamente. Só vi verdades.
Decidi pela azul royal porque combina com tudo. Além de ser minha cor favorita, o azul chama atenção de uma forma discreta, sem roubar o foco do look. A cor complementa. Além disso a cor escolhida combina com qualquer estação. Seja inverno ou verão, o azul sempre cai bem. 
A demora maior em comprar é que além da escolha da cor, existe um problema de importação na Argentina, que faz com que muitas marcas internacionais não consigam renovar seus estoques, ficando assim com poucas opções. E com a Hermès não foi diferente. Sempre que eu ia até a loja haviam no máximo 3 pulseiras e sempre nas cores que eu não queria.
Hora de fazer um rombo no cartão, momento de pagar o produto. A atendente utilizou um cadastro prévio da compra da minha pulseira anterior, para agilizar o processo e porque seus dados saem na nota fiscal emitida pela loja o que garante a autenticidade do produto.
No final da compra ainda ganhamos uma revista da marca, que conta com alguns textos e fotos da coleção. Ainda não tive tempo de ler, mas as fotos são muito lindas. Um regalinho bom.
Muitos brasileiros procuram a loja aqui em Buenos Aires porque o preço costuma ser muito mais baixo que no Brasil. Principalmente pelo cambio vantajoso que o país oferece. Para se ter uma noção a loja usa o dólar como moeda oficial,mas é possível fazer o pagamento em pesos argentinos, e no dia que eu comprei eles estavam pegando 8,50 na moeda americana. Um preço  muito melhor do que nas casa de cambio, que fechou o valor em pouco mais de 8,30. 
A pulseira saiu pelo preço de 860 dólares americanos (o preço original o bracelete na loja é de 710,24 dólares, porém com o IVA de 21% o preço final fica em 860 US e o preço total em pesos foi de 7.310 ARS), um pouco mais do que o preço do site da marca que é de 720 dólares. Porém com o cambio alto, mesmo a daqui sendo mais cara em comparação a americana, eu paguei mais barato no final das contas, pois eu paguei em pesos e com a cotação apetitosa (hahaha) da pra conseguir comprar mais barato. A pulseira no Brasil esta ao redor de 1.800 reais, ainda mais cara.
Confesso que o preço não é nada amigo, e que realmente é muito dinheiro para um acessório. Mas é um investimento que vai durar por muitos anos, ainda mais pra quem gosta. Não é uma pulseira que sairá de moda, e que descascará ou perderá seu valor. Uma pulseira como essa, é praticamente uma joia e pode durar gerações. Eu, como queria muito não iria deixar passar. 
Pra quem gosta muito da marca e quer muito ter algo de lá, uma boa pedida é vir comprar aqui. Primeiro porque viajar é uma delicia, e você já vai aproveitar para turistar. E segundo porque o cambio torna as coisas muito mais atraentes e vantajosas. 
Então é isso. Por enquanto minha wish list foi completada pelo item mais importante dela. Mas quem sabe futuramente eu adquira mais alguma pulseira de lá. Afinal eu sou apaixonado por esse acessório.
Espero que gostem.









Nenhum comentário:

Postar um comentário